top of page
Buscar

“PESQUISA SOBRE VOLUNTARIADO”

Há 30 anos, em 2001, o instituto IDIS e parceiros, iniciaram uma pesquisa para definir o envolvimento dos brasileiros no trabalho voluntário.


A cada 10 anos essa pesquisa é atualizada. E assim, em 2021, a terceira edição da Pesquisa voluntariado no Brasil foi elaborada, incluindo agora, perguntas referentes ao trabalho virtual que foi amplamente utilizado no período crítico da pandemia do covid-19, bem como questionar a influência dessa pandemia no exercício do voluntariado. O resultado final e completo dessa pesquisa encontra-se disponível no site pesquisavoluntariado.org.br.


Dentre todas as informações catalogadas pudemos verificar que, em 2001, 18% dos entrevistados praticavam algum tipo de atividade voluntaria. E em 2021 esse número passou para 34%. A maioria dos entrevistados afirmaram que a solidariedade é o que os motiva ao voluntariado.


Percebeu-se também que a quantidade de horas destinadas a atividade voluntária é bem significativa quando o estímulo parte de empresas. O voluntário empresarial dedica, em média, 18 horas por mês ao voluntariado, enquanto que no voluntariado por projetos sociais (OS), ou individuais, essa carga horária é reduzida para 5 horas por mês.


Será que de alguma forma o envolvimento do ambiente corporativo exerce influência e um real estímulo solidário, ou é apenas mais uma forma de estimular a melhor convivência no ambiente social da empresa e a carreira pessoal?

Em todas as formas de voluntariado houve uma percepção de que há uma grande dificuldade em manter o voluntário estimulado a permanecer atuante por muitos anos em algum projeto.


Essa pesquisa nos auxilia muito na compreensão e extensão da atuação dos voluntários, permitindo que busquemos formas eficientes e transparentes na forma de captar voluntários e engaja-los nas atividades por frentes de trabalho que estejam mais adequadas ao perfil do voluntariado. E difundir conceitos corretos de solidariedade, caridade e desapego.

Commentaires


Blog

bottom of page